Marcadores

sexta-feira, janeiro 13, 2012

Não há mudança



As vezes me pergunto se não estou sendo cruel demais com os outros e comigo mesma. Sempre recebi tudo em dobro mas ainda acho um vazio tão imenso dentro de mim, que as vezes me pergunto se tenho mesmo um coração. Mil vezes prometi a Deus um esforço que eu sempre soube que nunca haveria de ter. Mas na verdade nunca sai do lugar, prefiro ser assim, lenta, pura, ríspida... e vazia. acho que sou uma garrafa, feita das melhores formas, de melhor qualidade, mas sem líquido por dentro. No fim seria uma garrafa sem utilidade, só pra fazer presença, mas nada além disso. Porém não mudaria meu rótulo, nem o eco que pertence no meu interior. Prefiro ficar prometendo a mim mesma uma solução e estar viva, do que estar morta e cheia por dentro do melhor líquido.

Lorreyne

Chamando


Acorde os sentimentos,
Os chame quando precisar,
Eles estarão sempre contigo,
É só gritar!

Basta um estalar de dedos,
Um coração apertado,
Ou os dentes nos lábios.
Ele ressurgirá.

O essencial é invisível para os olhos

Não compreendo porque para muitos o tal do materialismo é tão necessário.
Compreender a vida com amor, é uma das formas mais benéficas que um ser humano pode respirar. Estou enlouquecendo? Talvez. Mas não ligo para o que pensam de mim, não se importavam com as minhas qualidades, então não correspondo.
Acho incrível viver, mesmo que você saiba que daqui a cem anos ou menos irá partir para o desconhecido, aquela tal chamado morte. Você tem medo dela? Eu também... Mas acho ela incrivelmente bela. É muito assustador minha revelação, mas é a pura verdade.
Voltando ao príncipio do assunto tratado, "o essencial é invisível para os olhos" (Antoine-Pqno Principe). Preciso dizer mais alguma coisa? Acho que não. Só quero que perceba que se não tivessemos a tecnologia que temos e os nossos consumos,ainda haveriamos de existir. Tudo é consequencia, mas o essencial eternemente aparecerá, desde o sentimento, até a flor do jardim.
Agora deixe eu dormir... Boa noite, e viva o invisível!