Marcadores

segunda-feira, julho 12, 2010


Para desenhistas: um textinho que criei...


Faço pirataria.
Pirataria que necessito diariamente.
Roubo expressões e linhas,
Dimensões e lugares,
E reconstruo.
Do meu modo, do meu geito, sob meu domínio.
Faço cópias.
Cópias perfeitas, ou imperfeitas, maleáveis.
Coloridas e preto-e-branco, encima de um papel
Amarelado ou rabiscado propositalmente.
Minhas cópias não precisam de textos,
Nem de instruções de revistas baratas,
Ou qualquer coisa parecida.
Precisa de lápis preto, papel branco e de
Minha visão, é o principal.
Onde exponho no papel meu pensamento,
Minhas sombras projetadas,
Uma cara feia ou um sorriso franco, o ser humano.
Minha pirataria é tudo,
É alguém que não seja eu.
Minhas cópias é tudo o que faço de melhor,
Que eu mesma construi,
Pertence a uma parte de mim, uma parte,
Vivo de pirataria, vivo de cópias.
Vivo á desenhar!

2 comentários: